Gerontologia: uma tendência mundial

Você já ouviu falar na palavra gerontologia? Você sabe do que se trata? Pois hoje falaremos sobre a gerontologia e o profissional gerontólogo, profissão que tem crescido nos últimos tempos e ganhado maior importância.

            No Brasil, o número de idosos tem crescido, em razão do envelhecimento populacional. O envelhecimento populacional por sua vez é resultado da diminuição das taxas de natalidade e de mortalidade, onde nascem menos crianças e morrem menos pessoas, respectivamente. Estima-se que em que em 2025, haverá 1,2 bilhões de pessoas idosas no mundo.

             Em virtude disso, o envelhecimento populacional traz a demanda de profissionais capacitados a atender a essa população, em todos os seus aspectos e necessidades.

            Por isso surge o gerontólogo. O gerontólogo é o profissional capacitado a lidar com o envelhecimento humano no sentido biológico, psicológico e social. Mas, antes de falar do gerontólogo, vamos falar um pouco mais sobre a gerontologia.

            A gerontologia foi citada pela primeira vez por em 1903 por Metchnikoff, que deriva da palavra grega  “gero” (velho) e logia (estudo) que envolve então, o estudo cientifico do processo de envelhecimento e todas as mudanças relacionadas ao mesmo, portanto, a gerontologia estuda a longevidade e todas as problemáticas que envolvem a pessoa idosa, além de suas interfaces tanto biopsicossociais quanto socioculturais.

            Além disso, a gerontologia é um campo multi e interdisciplinar e abrange questões relacionadas ao envelhecimento normal e o patológico. Portanto, o profissional formado em gerontologia – o gerontólogo – tem perfil crítico, humanista e reflexivo, sendo apto a atuar frente à gestão da velhice fragilizada e da velhice saudável. Ainda, é possível que o profissional trabalhe na gestão de instituições e nos recursos de saúde.

            O gerontólogo é preparado para atender as demandas do cuidado ao idoso, de forma a criar e desenvolver estratégias para apoiar o idoso, o familiar e o profissional envolvido na atenção ao idoso (por exemplo, o cuidador), de maneira a proporcionar a estes melhor qualidade de vida.

            A gerontologia ainda é um campo relativamente novo e no Brasil existem dois cursos de graduação, sendo na Universidade São Paulo (USP) e na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).  O curso surgiu em 2005 na USP, pela Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) e em 2009 na UFSCar, sendo que o primeiro departamento de gerontologia se deu na UFSCar.

            Sabendo da importância do gerontólogo no cuidado ao idoso e até mesmo ao cuidador, nós da Human Life contamos com gerontólogos em nossa equipe. Buscando oferecer um atendimento mais humanizado e maior qualidade de vida aos nossos assistidos, contamos com quem mais entende quando o assunto é envelhecimento. Quer saber mais? Quer conhecer a nossa equipe? Entre em contato, faça uma avaliação diagnóstica gratuita, nós iremos até você. Porque cuidar é um ato de amor e merece atenção.

_______________________________________________________________

            Por hoje é só, esperamos que tenham gostado do tema de hoje.

            Fiquem atentos as próximas publicações, estaremos sempre disponibilizando algo novo. Estejam a vontade para dar sugestões, opiniões ou tirar dúvidas 🙂

            Até a próxima!

            Abraços,

            Equipe Human Life.

WhatsApp chat